2021-04-15

A Administração Popular Anti-Crise pede investigação

14 abril 2021 | Coordenação Popular Anti-Crise
Source: Voice of Belarus

Ative as legendas em seu idioma nas configurações de vídeo.

A Coordenação Popular Anti-Crise pediu à União Europeia de Radiodifusão para investigar os materiais que revelam o envolvimento do serviço estatal de televisão e rádio de Belarus, Belteleradiokompania, em torturas. Os canais de TV pró-governo não estão apenas distribuindo conteúdo impróprio, mas, de fato, são seus principais clientes. Lukashenka usa seus recursos de mídia para intimidar a população.

O vergonhoso gênero de TV dos últimos meses mostra uma pessoa assustada com sinais de espancamento contra o fundo de uma bandeira verde-vermelha que diz se arrepender por ter ousado falar contra o regime de Lukashenka e pede desculpas.

Um exemplo notável é o “interrogatório” do prisioneiro político Mikalai Dziadok, transmitido no canal de TV Belarus 1. O homem apanha, responde em frases memorizadas, sem nem mesmo ouvir as perguntas até o fim, enquanto o autor da história se permite zombar do homem que obviamente acaba de ser submetido à violência.

Bater nas pessoas, fazer confissão forçada diante das câmeras por meio da violência, no mundo de hoje, é claramente interpretado como tortura. Mesmo a disseminação de tal conteúdo viola os direitos humanos e as normas éticas de todos os tipos.

Inscreva-se no canal Voice of Belarus no YouTube